O estilo vintage masculino é aquele que traz consigo uma atmosfera do passado. Normalmente aparece com o uso de peças originais que representam a moda daquele período. Na impossibilidade de se conseguir roupas antigas, diversos designers desenvolvem produtos novos referenciados no passado, oferecendo opções atualizadas de clássicos da moda. E nada disso é coisa só de mulher.

A seguir vamos dar dicas de como ajudar a aproveitar alguns desses novos produtos com características de antigamente que são capazes de tornar o guarda-roupa cotidiano masculino ainda mais moderno, porém fortemente referenciado na história da moda. Confira:

Como usar o estilo vintage masculino?

Suspensórios

Utilitários no passado, os suspensórios são hoje capazes de transformar os looks mais simples em visuais descolados e sofisticados. Trazem a atmosfera retrô para a mais básica combinação de jeans e camiseta e tornam-se os pontos focais de qualquer styling. Escolha suspensórios com espessura mais fina para compor looks mais casuais com camisetas, jeans e bermudas.

Suspensório Masculino

Os mais largos ficam melhor em situações formais, como nos trajes black-tie. A cor pode variar, mas o preto é basicão. Tons neutros ajudam a combinar com tudo, porém nada impede de arriscar nas cores.

Como Usar Suspensório Masculino

Flower power

O movimento hippie, iniciado na década de 1960 e popularizado nos anos 1970, teve como uma de suas manifestações o uso de estampas florais na moda masculina. Reviver essa influência tem sido hit verão após verão entre os homens.

Flower Power

Embora o guarda-roupa masculino costumava apontar majoritariamente para a discrição – por questões culturais do passado – a dica para o uso da estampa florida com toque vintage é “quanto maior, melhor”. Para não deixar o look muito carregado, aposte na estampa na parte de cima, com camisas de botões floridas combinadas por bottoms neutros.

Camisas Floridas

Jardineira

A jardineira, ou macacão, fez grande sucesso nas décadas de 1980 e 1990, aparecendo em figurinos de diversas produções hollywoodianas. É uma peça essencial para aderir ao estilo vintage masculino. Trazidas para os dias de hoje, têm sido cada vez mais usadas pelos rapazes. Seja na versão calça comprida ou bermuda, larga ou ajustada, a jardineira tem feito sucesso entre os homens e é facilmente encontrada nas lojas. As mais comuns aparecem em blue jeans, que combina com tudo, mas também é possível criar um visual mais arrojado, com uma jardineira colorida.

Jardineira Masculina

Colete

Uma das peças mais formais do guarda-roupa masculino que tem atravessado séculos de moda é o colete. Presente nas ocasiões mais especiais, em que o black-tie é obrigatório, a roupa chega aos dias de hoje como elemento de destaque em stylings simples e modernos para o cotidiano. Sobrepondo camisas de abotoar ou camiseta com jeans, o colete perde a característica formal. Peças bem ajustadas ajudam a modernizar o look. Outra dica é a escolha das cores na composição geral: se o colete for preto, vale sobrepor a camisas mais claras e calças jeans ou com uma terceira cor.

Colete Masculino

Gravata borboleta

A origem das gravatas remete ao século III a.C. com diversas aparições ao longo da história da indumentária. No reinado Luís XIV, na França, o acessório teria recebido o nome gravata e a partir daí evoluiria até a segunda metade do século XIX aos formatos que conhecemos. A gravata borboleta, embora sempre associada às ocasiões formais, pode ser vista atualmente nas ruas como acessórios que remetem ao passado, mas também garantem uma bossa ao visual masculino, tradicionalmente engessado. Como precisa ser usada sempre com camisas de abotoar, a ideia é atualizar a roupa, para que o acessório pareça mais inusitado. Uma dica é combinar gravata borboleta com camisa jeans. Infalível!

Gravata Borboleta

Essas são apenas algumas sugestões de como montar um estilo vintage masculino, pensando no passado e adequando algumas de suas características no dia a dia. Com pesquisa e criatividade, qualquer homem é capaz de construir estilos únicos baseados nas roupas que fizeram as cabeças dos nossos avôs e bisavôs. Ah, e lembrem-se, o céu é o limite. Demos algumas dicas pensando nos homens, mas todos esses estilos ficam d+ para as mulheres também! A moda é livre!