Quando você pensa em moda, glamour e marcas de luxo, qual cidade pula na sua cabeça? A maioria das pessoas pensam logo em Paris, casa de gigantes como Louis Vuitton, Chanel, Yves Saint Laurent, Hermès. Pois bem, essa mesma cidade é o lar da Vetements, a marca de roupas que fez sucesso quebrando regras.

Existe um problema em ser o centro da moda mundial, que dita a todos os continentes o que é sofisticação: você não pode errar. E é justamente por quebrar regras que a Vetements vem ganhando legiões de fãs em Paris, contrariando tudo que os “donos” da moda ditam que é “certo”.

Vetements, a marca de roupas que fez sucesso quebrando regras

Como a Vetements enlouqueceu a moda mais tradicional do mundo

A manga tem que ir no máximo até o pulso? A Vetements tem blusas maiores que o braço. A calça deve ser ajustada? A Vetements faz questão do pano em excesso. Se parece estranho, errado, contra as regras, fora do padrão, a Vetements faz. E vende. Porque os jovens parisienses estão sedentos por algo novo, atual e irreverente – tudo que essa marca é.

VETEMENTS FW18 www.matchesfashion.com @matchesfashion

A post shared by VETEMENTS (@vetements_official) on

No cenário da moda mais tradicional do mundo, qualquer pequena ousadia se destaca, então imagine como são vistas as modelagens urban e streetwear da Vetements. Peças com linhas no gender, desconstruídas, casuais, muitas vezes disformes e “esquisitas”, são produzidas em baixa escala (como se para colecionadores) exatamente como as criações das marcas da mais alta costura. Até camisetas estampadas com pôsteres de filmes mais do que batidos fazem um sucesso absurdo. Rihanna usa Vetements. Snoop Dogg já foi estampa de uma camiseta deles, vendida pela “pechincha” de U$ 1 mil.

A Vetements é uma verdadeira afronta aos glamourosos gigantes da moda de Paris. Ao contrário do que eles pensavam, a quebra de padrões não matou a moda: fez ela renascer.

VETEMENTS SS18

A post shared by VETEMENTS (@vetements_official) on

Mais do que roupas modernas: conceitos modernos

A Vetements é diferente não só na modelagem, mas na estrutura de negócio. Em primeiro lugar, não existe um fundador, um único dono. Demna Gvasalia é o empreendedor mais citado apenas porque é o mais disposto a aparecer na mídia, mas, na verdade, a marca é fruto de um coletivo, inicialmente formado por oito pessoas, cada um com sua especialidade trabalhando pelo mesmo objetivo.

O anonimato faz parte do conceito da Vetements, a maior parte da equipe mal tira uma foto. Os cabeças da Vetements não querem ser impulsionados pela mídia, mas se destacar pela qualidade e seus valores. Toda peça tem uma mensagem, toda decisão da marca é tomada em grupo. Um modelo de negócio ainda pouco usual, moderno e que, na opinião de muitos especialistas, representa o futuro dos empreendimentos.

A moda precisa rejuvenescer (e entrar no século XXI)

Vamos pensar numa coisa: sociedade não apenas cresce, ela evolui, certo? Assim como não importa quantos pensamentos você tenha por dia se não se tira nenhum bom proveito deles. A moda de Paris precisava evoluir e os jovens apaixonados por moda abraçaram a ideia de moda sem padrões, não só pelo prazer de quebrar regras, mas por enxergar a necessidade de se libertar para mudar (para melhor).

Se vestir, neste século, não deve mais ser como seguir uma tabela. A internet possibilitou uma conexão com o mundo que seria inimaginável há alguns anos. Pessoas diferentes podem unir voz a pessoas iguais em qualquer lugar do mundo, e nós podemos ouvir tudo isso. Por que o conceito de moda ficaria no passado, se a moda serve para servir pessoas reais, agora?

#VETEMENTSxBRIONI www.matchesfashion.com

A post shared by VETEMENTS (@vetements_official) on

O que está entrando na moda mesmo é vestir não só roupas, mas ideias. Combinar o conceito de uma roupa com valores pessoais é tão bom quanto descobrir qual calça combina com sua jaqueta preferida.

Conheça a Vetements, a marca de roupas que fez sucesso quebrando regras: Click to Tweet

Não é a toa que a Vetements é uma grande referência para nós e para muitas outras marcas de roupa que, como a Plata o Plomo, estão dando os primeiros passos em direção a uma nova maneira de ver e fazer moda: muito mais consciente, representativo, inclusivo e coerente com os valores deste século.

Para mudar para melhor é preciso mudar. Começamos por nós mesmos para alcançar o mundo. 😉

#VETEMENTSxCARHARTT #VETEMENTSxLEVIS  #VETEMENTSxREEBOK www.ssense.com @yanggeng88

A post shared by VETEMENTS (@vetements_official) on

Você já conhecia a Vetements? Sente falta de marcas como essa aqui no Brasil ou conhece alguma? Tem alguma peça de roupa que use com orgulho, porque representa um valor seu? Compartilhe com a gente aqui nos comentários!