A baixa luminosidade dificulta a tarefa de decorar a casa com plantas, o que se torna um problema para quem não tem sacada ou janelas grandes no apartamento. Além disso, essa rotina cada vez mais louca não deixa sobrar muito tempo para regar, adubar, podar… certo? Errado! Se você se identificou com tudo isso, pode ser que esteja apenas procurando pela folhagem errada. Confira aqui várias dicas de plantas que precisam de pouca luz e cuidados para decorar seu apartamento!

Primeiros passos antes de querer ter uma planta

Plantas que precisam de pouca luz e cuidados para decorar seu apartamento

Vamos começar com o bê-a-bá sobre plantas, caso esta realmente seja sua primeira viagem. Se você já souber cuidar um pouquinho delas, pode passar logo pro tópico “Plantas que precisam de pouca luz e cuidados para decorar seu apartamento”, lá embaixo.

Passo 1: entenda a luminosidade sua casa

“Mas Aline, você não vai falar sobre plantas que não precisam de luz?”. Sim! No entanto, o que é pouca luz pra você pode não ser pra planta. De repente o lugar que você quer colocar o vaso bate uma única e humilde hora de sol por dia, o que pode ser muito pra algumas espécies.

Então, minha primeira dica é: aproveite aquele domingão que você ficará em casa vendo Netflix para observar a luminosidade em todos os cômodos da sua casa. Há plantas que ficam felizes com uma hora de sol pela janela, outras só o suportam e outras não querem contato mesmo.

É importante você saber de tudo isso antes, pra não ficar que nem o John Travolta lá no meio da floricultura tentando se lembrar da própria casa.

Passo 2: escolha o lugar certo para a planta

Às vezes até bate uma luz legal na sua casa, mas, depois que você compra o vaso, decide que ele fica melhor atrás da porta (beeem distante da janela). Aí os planos vão por água abaixo, né?

Isso não significa que você não pode ter um vaso atrás da porta, significa apenas que não adianta escolher a planta pensando numa luminosidade e depois decidir colocá-la em outro lugar. Se quiser decorar um cantinho afastado, opte por uma planta de beeem pouca luz, mesmo que seja bastante iluminado em outros lugares.

Salvo uma exceção: quando entra sol direto por essa janela e a luz reflete no chão, perto da planta. Nesse caso, é bem provável que a luz a alcance.

Passo 3: escolha o tipo de planta certo

Vamos supor que você se apaixonou por um vaso de Comigo-Ninguém-Pode, mas tem cães ou gatos que adoram podar plantas com os dentes. Péssima ideia!

Além de algumas plantas serem supervenenosas (a Comigo-Ninguém-Pode é uma delas) de um modo geral não é legal que comam suas plantas. Nesse caso, você pode optar por vasos suspensos, que ficam lindíssimos na decoração e não ocupam espaço em apartamentos pequenos.

Se gostou da ideia, precisa prestar atenção apenas em uma coisa: mesmo exigindo poucos cuidados, uma hora a planta terá de ser regada. Por isso, certifique-se de tirar a planta do lugar sempre que for molhar, colocando na pia, no tanque, qualquer coisa). Depois que a água escorrer, você coloca ela de volta no lugar, assim não molha o chão da sua casa.

Outra solução é escolher um vaso/cachepô que reserve a água (não escoe) mas, nesse caso, certifique-se de retirar o líquido depois ou fazer uma drenagem bem bacana, pra que as raízes não fiquem afogadas.

Passo 4: saiba o mínimo sobre cuidados com plantas

Plantas também falam, sabia? Só que do jeito delas. Elas contam, por exemplo, quando estão recebendo água demais, quando estão com sede e quando estão ficando cegas de tanta luz.

Aqui vai um dicionário básico de plantas:

Muita água: folhas amareladas;
Pouca água: folhas e ramos murchos, a planta parece escorrida, desfalecida, tristinha.
Muita luz: folhas queimadas, ficam secas em alguns locais, como se você tivesse queimado com um isqueiro.
Pouca luz: folhas muito escuras.No caso de algumas espécies “malhadas”, as manchas somem.

Além disso, é importante você manter um ritmo de regas (cerca de duas vezes por semana nos dias quentes, uma vez por semana nos períodos frios) e não deixar água acumulada nas raízes, como falei acima. Cachepôs são ótimos porque não molham a casa, mas podem afogar as raízes, que apodrecerão e aí você vai ter que gastar com um funeral pra sua plantinha.

Plantas que precisam de pouca luz e cuidados para decorar seu apartamento

1) Jiboia

Suporta sol moderado até baixa claridade

Essa plantinha é coringa em qualquer decoração, não só porque se dá bem com muita ou pouca luz, mas também porque fica LINDA em vasos pendentes ou como trepadeira.

Planta Jiboia

Já pensou colocar aquela escada velha de madeira num canto, um vaso desses embaixo e deixar a planta subir? Descolado demais, que é isso.

A Jiboia também pede pouca rega, então não precisa ficar preocupado. Uma ou duas vezes por semana (e pouca água) é suficiente.

2) Espada de São Jorge/Lança de São Jorge/Espada de Santa Bárbara

Suporta sol até baixa claridade

Pouca água, pouca luz, muita luz, ar-condicionado, seja qual for o desafio, essas plantas vencem. As três têm um crescimento lento, então vai demorar bastante até a planta ficar grande demais pro vaso que você comprou, sem precisar de nenhuma manutenção.

“Mas, Aline, como vou saber a diferença entre as três?”. Fácil! A Espada de São Jorge você já conhece, a bicha é famosona. Olha uma aqui junto com uma Jiboia, que falamos antes:

Planta Espada de São Jorge

A Espada de Santa Bárbara é igualzinha, mas tem as bordas das folhas amarelas, e a lança tem formato de agulha!

Planta Espada de Santa Bárbara

Outra coisa legal dessas espécies é que elas são ótimas para ter dentro do quarto, porque aumentam o nível de oxigênio, ajudando você a respirar melhor e a ter uma noite de sono mais tranquila (aquela velha história de que não pode ter planta em ambiente fechado é mentira, tá, gente?).

3) Comigo-Ninguém-Pode

Gosta de luminosidade, mas suporta baixa claridade

A única diferença que você notará colocando sua Comigo-Ninguém-Pode perto ou longe da janela são as manchinhas nas folhas, muito características dessa espécie. Como falei lá em cima, folhas mais escuras são uma das maneiras da planta contar que está recebendo menos luz do que gostaria. Da mesma maneira, você vai saber que sua Comigo-Ninguém-Pode está recebendo luz demais quando a maior parte da folha ficar verde clarinho.

Planta Comigo Ninguém Pode

De resto, é uma planta que se adapta bem a quase todos os ambientes, inclusive climatizados, e precisa de pouca água pra ser feliz, porém, não curte sol e pode se queimar. Melhor deixar só na luz indireta/difusa.

4) Cactos e suculentas

Suporta sol até baixa claridade

Esses amiguinhos não faltam em nenhuma dessas listas, então não faltariam aqui. Cactos quase não precisam de água, muito raramente, enquanto suculentas ficam felizes com borrifadas de água uma vez por semana.

Cactos e Suculentas

No caso das suculentas, especificamente, você verá que estão recebendo pouca água quando alguns “bracinhos” aparecerem secos. Como essa espécie acumula água nas suas folhas, antes de morrer de sede, vai secar seus reservatórios um a um. Assim fica fácil saber se está molhando pouco, né?

5) Bambu da sorte

Gosta de luminosidade, mas suporta baixa claridade

Essa planta é MUITO fácil de cuidar, sério. Tanto que ela nem precisa de terra, sobrevive com as raízes mergulhadas na água! Fica ótimo na decoração, dentro de jarras, garrafas de cerveja, copos de boteco, qualquer coisa que você tiver aí.

Bambu da Sorte

O bambu da sorte gosta de bastante luminosidade, mas o meu aqui de casa fica num cantinho bem escuro e está indo bem até agora (com as folhas escuras, porém vivo). Quando acho que as folhas estão escuras demais, deixo ele uns dois dias perto da janela, depois ele volta pro lugar normal.

Ah, e o meu está dentro de uma garrafa de vinho! A raiz cresceu tanto que nem dá mais pra tirar ele de lá.

[bctt tweet=”Dicas de plantas que precisam de pouca luz e cuidados para decorar seu apartamento” username=”plataoplomobr”]

6) Zamioculcas

Suporta sol até baixa claridade

Junto com a Espada de São Jorge, ganha o posto de melhor opção pra qualquer ambiente. Essa guerreira sobrevive em lugares que muitas plantas morreriam, até a afrontosa Comigo-Ninguém-Pode (que se queima no sol). Até ar-condicionado ela aguenta bem.

Zamioculcas

Além disso, a Zamioculca é perfeita para os distraidões: prefere mil vezes passar sede do que ganhar água demais. Se você é meio esquecido, eu apostaria nessas plantinhas aqui.

7) Peperômia

Gosta de luminosidade, mas suporta baixa claridade

A Peperômia é ótima por vários motivos, além do nome lembrar pepperoni. Como a Jiboia, é uma planta ornamental coringa, fica ótima em vasos suspensos, precisa de pouca água e suporta até luz fluorescente. Ou seja, funciona no escritório e até no banheiro!

Peperômia

Uma coisa legal dela é que suas folhinhas são suculentas, armazenam água, por isso você não precisa se preocupar muito com as regas.

Viu como existem muitas plantas que precisam de pouca luz e cuidados para decorar seu apartamento?

Ainda tem muitas outras, que não coloquei aqui porque não são tão fáceis de achar nas floriculturas comuns. Você pode seguir aquelas dicas que dei lá no começo pra encontrar outras espécies direto na floricultura! Explicando bem como é o seu ambiente, os profissionais do local poderão indicar quais espécies ficam boas nele.

Gostou dessas ideias? Se sentiu inspirado? Pronto para começar a dar uma nova vida para seu apê com o charme das plantas? Tem mais alguma dúvida que a gente possa ajudar? Comenta aí!