Meditar é a solução que muitos paulistanos estão encontrando para domar as próprias emoções e lidar melhor com as dificuldades. Mas aí vem a pergunta: onde encontrar paz na maior cidade do país?

Veja uma lista de 8 lugares bonitos para praticar meditação em São Paulo:

1) Templo Zu Lai, Cotia

É impossível falar de meditação sem lembrar do budismo. Para nossa sorte, existe um maravilhoso nas vizinhanças de São Paulo!

Se você tem carro ou algum amigo zen para descolar carona, o Templo Zulai é, disparado, o mais bonito dentre todos os lugares bonitos para praticar meditação em São Paulo.

Não acredita em mim? Clique aqui para fazer um tour 360° pelo lugar.

1

Além de um espaço amplo, calmo, arejado, cercado por natureza e tudo que há de bom, o Templo Zu Lai oferece cursos, oficinas, eventos e até retiros completos de meditação.

Gruta da Luz
Gruta Jardim da Luz, foto do TripAdvisor

Quem sabe você não gosta tanto que cria o hábito de visitar toda semana? Assim, garante pelo menos um dia longe da correria que rege a cidade.

2) Gruta do Parque Jardim da Luz

Você pode até pensar: “Jardim da Luz? Sério?”. Pois é, bem pertinho da Estação da Luz, atrás da Pinacoteca, existe um parque. Dentro desse parque existe uma gruta. Dentro dessa gruta, você pode se concentrar no barulho da água e dedicar a si mesmo 10 minutos da sua rotina.

O bom do Parque Jardim da Luz é que ele é acessível, podendo se encaixar perfeitamente na rotina das pessoas que moram na região.

Se não se sentir confortável no escurinho da gruta, sem problemas: todo o arredor tem potencial para fazer parte da de lugares bonitos para praticar meditação em São Paulo.

3) Biblioteca Mario de Andrade

Você sabe que a segunda maior biblioteca do país fica pertinho da Estação República do metrô?

Biblioteca Mario de Andrade
Biblioteca Mario de Andrade, foto Prefeitura de São Paulo

Além da arquitetura incrível, a biblioteca oferece tem lugares tranquilos para escolher à vontade, além de atividades culturais variadas – tudo de graça. Até chorinho de música aos sábados você vai encontrar.

Excelente oportunidade para meditar na hora do almoço e ainda tirar uns minutinhos pra leitura. Se morar nas redondezas, melhor ainda: dá pra fazer de segunda casa.

Nossa próxima parada no tour de lugares bonitos para praticar meditação em São Paulo fica a apenas uma quadra da biblioteca:

4) Terraço do Copan

Você sabia que pode visitar o terraço de um dos edifícios mais famosos de São Paulo? E o melhor: de graça!

Terraço do Copan
Edifício Copan, foto TripAdvisor

Quem já pratica meditação sabe que, com o tempo, você se torna capaz de meditar em absolutamente qualquer lugar. O terraço do Copan é um bom desafio para quem está acostumado apenas com lugares silenciosos.

No alto dos seus mais de 30 andares, o vento fala mais alto do que a cidade pulsando lá embaixo. Os carros soam como uma lembrança distante e você tem a oportunidade única de sentir São Paulo ao invés de correr por ela. Não parece uma experiência incrível?

O Copan abre seu terraço de segunda a sexta, das 15h às 16h. Você só precisa assinar um livro de visitas na Administração do edifício – não tem que pagar nada.

O ideal é chegar alguns minutos antes, para subir assim que a portaria liberar. Assim, poderá admirar a cidade na primeira meia hora e meditar na última metade do passeio. Não vai se arrepender.

5) Espaço Ecumênico do Shopping Morumbi

Espaço Ecumênico Morumbi Shopping
Espaço Ecumênico, foto divulgação Shopping Morumbi

O bairro Morumbi é conhecido por ser um dos maiores centros empresariais de São Paulo. No meio dessa loucura de prédios, bares e universidades, como encontrar um cantinho de paz para ouvir os próprios pensamentos?

O Shopping Morumbi pensou nisso e criou um Espaço Ecumênico. Assim que você entra, se sente em outro lugar no espaço-tempo.

O barulhinho da água, as músicas tranquilas de meditação, a luz suave, tudo colabora pra que você saia de lá com todos os problemas no lugar certo.

Um detalhe muito charmoso do local é a faixa colorida que passa pelas paredes e pelo teto do cômodo, com elementos de várias religiões. Você irá encontrar desde símbolos do cristianismo, budismo, hinduísmo até o Trigo Guaracyano, símbolo da filosofia de um dos maiores templos umbandistas do Brasil.

Se trabalhar, morar ou estudar pelos arredores do Shopping Morumbi, passe pelo Espaço Ecumênico, dê um pause no ritmo acelerado do dia a dia e harmonize seu interior com o mundo e todas as suas diferenças.

6) Praça do Pôr do Sol

Pode até ser uma das praças mais famosas e debatidas da cidade, mas certamente é um dos lugares mais bonitos para meditar em São Paulo.

Praça do Pôr do Sol
Praça do Pôr do Sol, foto divulgação Wikimapia

A praça fica numa região bem alta da cidade, presenteando quem visita com uma bela vista voltada para o pôr do sol. A altitude e o espetáculo do sol sumindo no horizonte faz qualquer problema se sentir pequeno. Afinal, o que é nossa existência perto da enormidade do universo ao qual pertencemos? Uma boa reflexão para ter por lá.

É claro, na hora do pôr do sol, muita gente vai lá mais pela zoeira do que por qualquer outra coisa. Porém, a praça é bem grande e nunca é difícil encontrar um canto mais tranquilo para ficar. E tem mais: no resto do dia todinho, a praça fica quase vazia.

Por ser um bairro bastante tranquilo, qualquer hora do dia é hora para uma boa meditação. Aproveite!

7) Parque Estadual do Jaraguá

Falando em lugares altos, este e o próximo item da lista são campeões.

O Parque do Jaraguá abriga o ponto mais alto de toda a cidade, mas, para vê-lo, você precisa encarar uma trilha de quase 1,5 km. Não é um muito, vai.

Se você escolher desbravar a trilha, será recompensado com a vista, o ar fresco e o silêncio de um dos lugares mais bonitos para meditar em São Paulo.

Parque Estadual do Jaraguá
Parque Estadual do Jaraguá, foto divulgação Secretaria do Meio Ambiente

O nome da trilha já diz tudo, né? Se seu negócio é mesmo fugir da cidade grande e descobrir os sons da natureza, não existe muitos concorrentes para este lugar.

Ah, talvez tenha: o próximo.

6) Pedra Grande, Parque Estadual da Cantareira

Pedra Grande, Parque Estadual da Cantareira
Pedra Grande, Parque Estadual da Cantareira, foto divulgação Secretaria do Meio Ambiente

Se trilhas são mesmo o seu negócio, no Parque da Cantareira, existe uma pedra enoooooorme com uma vista mais que maravilhosa.

A trilha para chegar à Pedra Grande não é tão desafiadora assim e a paz que você encontrará quando terminar compensará todo o esforço.

Gostou da lista? Compartilhe com seus amigos e veja se alguém topa meditar em todos esses lugares com você!

[bctt tweet=””8 lugares bonitos para praticar meditação em São Paulo”. Vamos?” username=”plataoplomobr”]

E aí, se sentiu inspirado a explorar todos esses lugares? Algum deles tem chance de fazer parte da sua rotina? Gosta de meditar em algum outro lugar legal e quer dar a dica pra gente? Escreve aí!