Fala aí, qual móvel você mais anda precisando? Talvez aquela mesinha de cabeceira com gaveta ainda faça falta, ou quem sabe uma estante com arame farpado pra guardar seus colecionáveis do Quarteto Fantástico. Se você já deu uma pesquisada por aí, percebeu quanto pode ser caro mobiliar uma casa, mas tudo tem seu jeito! Vou ajudar você com várias dicas de como criar seus próprios móveis e economizar na hora de decorar.

De onde eu, uma mera ilustradora/desenhista/redatora tirei essas dicas, você pode estar se perguntando. Bom, a resposta é bem simples: experiência pessoal. Posso não ser marceneira, arquiteta ou designer de interiores, mas sempre fui uma das grandes adeptas do DIY, do it yourself, famigerado FAÇA VOCÊ MESMO.

Já fiz muita coisa, mesinha de rolo de carretel encapado com sisal, janela decorativa em pátina, estante… a conquista mais recente foi um rack inteiro, feito com quatro nichos que estavam meio sem propósito por aqui.

Cada criação me trouxe aprendizados importantes e escolhi os melhores para compartilhar com quem está na mesma situação que eu: só com o próprio suor pra ga$tar.

Ah, e mais uma coisa antes da gente continuar: já escrevi um post aqui com 8 móveis e objetos de decoração DIY para fazer gastando pouco. Dá uma olhada nos vídeos, com certeza você vai se inspirar!

Dicas de como criar seus próprios móveis e economizar na hora de decorar

1) Montar móveis não é um bicho de sete cabeças

Desmistifica, meu filho e minha filha! Se você ainda tem essa ideia de que montar móveis ou fazer qualquer trabalho artesanal é muito difícil, bora perder esse medo todo. É claro que não é tão simples quanto sentar no sofá e assistir Masterchef, mas nossa geração está bem acostumada a consumir tudo rápido, sem esforço, se esquecendo da satisfação de REALIZAR alguma coisa. Bom, montar um móvel traz essa sensação, viu?

Montar móveis não é um bicho de sete cabeças

Se tudo que estiver faltando para começar for coragem, é só seguir estas duas dicas:

a) acredite que você consegue;
b) siga à risca o passo 2.

Você mal tem ideia do quanto vai ficar feliz quando terminar (estou assumindo que você vai terminar, porque EU acredito em você).

2) Na dúvida, comece pelo mais fácil

É uma dica meio boba de tão simples, mas é importante. Vamos supor que você esteja precisando de uma sapateira e de uma mesa para a cozinha. O que é mais fácil de fazer? Minha sugestão seria a sapateira, porque você pode montá-la com nichos, deques prontos ou até cano de PVC, por exemplo:

Pinterest

O principal é escolher o móvel que pareça mais simples possível para seu primeiro projeto. Não queremos mesmo que você desista dessa jornada por achar que não consegue fazer, sendo que simplesmente começou com algo complexo demais, certo? Conquiste experiência e suba o level aos poucos.

3) Planeje bem o que você deseja criar

Isso envolve: busca de referências, pesquisa, desenhos, lista de materiais, tudo que você imaginar. Pode não parecer, mas esta é uma das etapas mais importantes do processo, porque qualquer coisa mal planejada ou mal organizada tende a ir ladeira abaixo na hora de pôr em prática.

Planeje bem o que você deseja criar

Vamos de exemplo: eu, Aline, decido que preciso de uma mesa de cabeceira. Quais seriam meus próximos passos?

a) Busca de referências (Pinterest, minha gente);
b) Desenho do projeto escolhido (pra visualizar como vai ficar, decidir onde vão os pregos, parafusos, se vão se cruzar, se não vão etc.);
c) Lista de materiais e ferramentas necessárias;
d) Pesquisa de materiais e preços;
e) Pesquisa para tirar dúvidas de como montar aquele móvel específico (YouTube, blogs, Pinterest);
f) Compra de materiais/ferramentas;
g) Escolha de um dia com bastaaaaante tempo para montagem.

4) Pesquise matéria-prima e preços

Pesquisar, comparar preços e se informar sobre os melhores materiais pode demandar um tempo, mas não é assim tão trabalhoso. Afinal, não estou dizendo para você caçar preço por preço de cada madeireira de Osasco. Uma simples pesquisa na internet, sentadinho no seu sofá mesmo, já ajuda bastante da hora de economizar.

Pelo preço que andam custando os móveis prontos por aí, é capaz de você economizar mesmo comprando todos os materiais na Leroy Merlin.

Mas algo bem importante a ressaltar sobre este tópico é: a escolha da matéria-prima facilita ou dificulta sua montagem. Madeira Pinus, por exemplo, é muito barata e dá pra parafusar com muita facilidade. Porém, ela é menos resistente, dependendo de onde você for colocar seu móvel terá um trabalho extra tratando a madeira.

Pinterest

Já montei móveis de Pinus sozinha, só com uma furadeira e um preguinho pra guiar o parafuso. É muito boa pra iniciantes, assim como o Eucalipto, mas você só vai saber se essas madeiras servem para seu móvel se pesquisar, certo?

5) Leve os desenhos/anotações do seu projeto na hora de comprar

Já aconteceu comigo de eu levar apenas as medidas das madeiras que eu precisava. Chegando lá, o rapaz achou estranho alguma coisa que eu tinha anotado e não consegui explicar, porque estava sem o desenho. Resultado: tive que voltar até em casa para buscar e só então descobri que tinha anotado uma medida errada.

Dicas de como criar seus próprios móveis e economizar na hora de decorar Click to Tweet

Isso me ensinou duas coisas: sempre leve suas anotações com você e confie na opinião do especialista. Na loja você pode mostrar sua ideia certinho e o vendedor pode até mostrar uma solução melhor, que você não conhecia.

6) Invista nas ferramentas

Coisas que certamente você vai precisar em algum momento: furadeira, parafusadeira, martelo e trena. Coisas que talvez você vá precisar: pincel, cola de madeira e lixa. Coisas que você até não vai precisar, mas facilitaria MUITO sua vida: lixadeira. Cara, como faz diferença uma lixadeira.

“Ah, mas se eu tiver que comprar tudo isso vai sair mais caro que um móvel pronto”. Talvez, tudo depende de qual móvel (e quantos) você pretende fazer. Pra mim, furadeira/parafusadeira é kit de sobrevivência, você usa até pra prender um suporte de TV.

Maaaaaas ainda há outro detalhe: você não precisa comprar. Hoje existem diversas lojas que alugam ferramentas por preços bem acessíveis, viu? Vale a pena dar uma pesquisada, porque boas máquinas reduzem em muito seu esforço e seu tempo.

Invista nas ferramentas

7) Chame um amigo/parente/crush pra ajudar

Essa é a parte mais divertida: montar! Porém, especialmente nos primeiros projetos, você pode ter dificuldade em fazer tudo sozinho. A ajuda é ESSENCIAL, de verdade.

Chame um amigo/parente/crush pra ajudar

Chame alguém, divida uma cerveja e divirta-se enquanto encara esse desafio em boa companhia. Afinal, o objetivo aqui não é só economizar: é criar uma nova relação com você mesmo e com sua casa. Quem sabe esse móvel não rende risadas e entra pro rol de boas histórias da galera? 😉

Gostou das dicas? Tem algum móvel em mente que queira fazer e precisa de mais conselhos? Já fez algum móvel e quer compartilhar com a gente? Estamos esperando seus comentários!