Meu nome é João Paulo Baptista, moro atualmente em São Paulo, mas nasci em Bariri, uma pequena cidade do interior paulista. Sou um dos fundadores da Plata o Plomo e, de vez em quando, me arrisco a escrever alguns textos para o blog. Porém, o post do dia de hoje é muito especial. Vou contar uma história para vocês muito interessante.

Há um mês atrás, estava passando o fim de semana em minha cidade natal, e minha mãe me mostrou uma bolsa (achei linda). Ela era feita toda feita com anéis de latinha e costurada a mão. Fiquei de boca aberta e perguntei para minha mãe quem tinha feito. Ela me respondeu que tinha sido a Dona Tita, minha vizinha há muitooooooo tempo. Fiquei realmente encantado com o trabalho dela e pensei na hora que gostaria de gravar um conteúdo para divulgar sua arte para outras pessoas. Minha ideia era gravar um vídeo que contaria como ela aprendeu a fazer a bolsa, o tempo que demora, materiais, etc…

Bolsa feita com anéis de latinha

Pois bem, no último Domingo, dia 28 de Maio, lá fui eu na casa da Tita, acompanhado de minha irmã. Ela topou na hora fazer o vídeo e estava muito a vontade. Expliquei qual era o objetivo do vídeo e comentei algumas perguntas que possivelmente iríamos fazer. Perfeito, começamos a gravar. Mas aí que a suspresa apareceu.

Bolsa artesanal feita pela Tita

Em meio ao papo, começamos a falar de outros assuntos. Perguntamos sobre a história de vida dela, aprendizados que teve e muitas outras coisas. A Tita tem 85 anos e tem uma saúde de ferro! Faz tudo sozinha (vai ao mercado, cozinha, limpa a casa, cuida de sua cachorrinha, etc). E independente de qualquer coisa, pensei que deveria tentar tirar o máximo de proveito do conhecimento de vida que ela tinha para oferecer. E não poderia ter feito uma coisa melhor.

Acabamos gravando mais de 1h de vídeo. A Tita compartilhou ensinamentos, conselhos e sonhos preciosos. Em vez de sair com um vídeo sobre as bolsas, tivemos um material muito rico sobre a vida. Pensei na hora que gostaria de compartilhar isso com mais pessoas.

Se você já assistiu o vídeo, fico feliz. Independente de qualquer pensamento, filosofia, religião…as palavras dela são de grande sabedoria. Se você ainda não viu, veja abaixo. Tenho muito material gravado com ela ainda e vou compartilhar mais coisas com vocês.

Tita atualmente mora com seu filho, mas mesma casa há muito tempo. É de uma serenidade de dar inveja a qualquer pessoa, ainda mais nesse nosso mundo corrido e maluco. Ela contou que há 30 anos atrás, fez uma colcha de algodão maravilhosa. Demorou um ano e meio para terminar e foi usada 3 vezes apenas. A gente gravou isso e é realmente impressionante! Não vejo a hora de editar o material para poder compartilhar com vocês.

O conselho maior deixado do vídeo foi: “Se você puder aprender, aprenda”. Fiquei pensando muito nisso. Tenho 28 anos de idade e muitas vezes tenho preguiça de ler, estudar, conversar sobre coisas novas. A Tita, com 85 anos está com uma energia de dar inveja! E falou que não vai parar por aí…que quer aprender novas formas de costura…e acreditem, ela vai!