É meio clichê, mas é verdade. A comunicação é a maior arma que o homem tem. Diálogos mal interpretados, comunicação não efetiva, conversas sem objetivo, realmente podem começar (ou acabar) uma guerra. Mas vamos deixar de lado essas questões militares e focar no nosso dia a dia. Você consegue ter uma conversa autêntica com seu colaborador ou familiar? É capaz de deixar claro o que você espera ao final de um diálogo?

Ter uma comunicação eficaz é mais difícil do que parece. Nos dias de hoje é ainda pior. Cada vez mais utilizamos conversas informais (WhatsApp, E-mail, Facebook, etc). E se falar com alguém pessoalmente não é uma tarefa fácil, imagina no mundo virtual, onde perdemos o poderoso recurso visual. Porém, podemos treinar algumas técnicas para termos uma comunicação autêntica e eficaz, na nossa empresa, com nossos filhos e até na mesa do bar com os amigos. Vamos lá!

Como ter conversas difíceis com uma comunicação autêntica e eficaz.

1) Saiba escutar

Sim, é isso mesmo. O primeiro ponto, e na minha opinião, o mais importante de todos, é que para nos comunicarmos melhor, precisamos saber escutar (de verdade) o que o outro tem para nos falar.

Por uma questão biológica, o ser humano infere, ou seja, cria sua própria realidade para aquilo que é desconhecido. E fazendo isso, podemos cometer um erro grave de nos precipitarmos sobre um determinado assunto. Por isso, a primeira dica é: em qualquer tipo de conversa, escute o outro e tente entender realmente o seu ponto de vista.

Você já chamou alguém para conversar e ao invés de usar a frase “Preciso falar com você sobre um assunto”, adotar o “Queria escutar o que você tem a dizer sobre um assunto”? Se não tentou, faça o teste. É simplesmente sensacional a diferença que esse diálogo vai ter.

2) Faça indagações

O termo “indagações” foi usado propositalmente. Nesse ponto, não vale fazer uma pergunta qualquer. Queira saber realmente a opinião do outro sobre um determinado assunto. Não use perguntas que não tenham a intenção de entender o ponto de vista da pessoa com quem está falando. “Eu acho que devemos pintar essa parede de amarelo, você não acha?” – não é uma indagação!

via GIPHY

Ao colocar essa técnica em prática, você já irá automaticamente estar ouvindo mais, pois demonstrou interesse genuíno em escutar o que o outro tem a te dizer. E isso cria uma outra atmosfera para qualquer diálogo.

3) Fale o que tiver que ser falado, por mais difícil que seja

Muitas pessoas que não se comunicam bem demonstram um grande problema: o medo de magoar ou ofender alguém na hora da conversa.

Sem dúvida, ter diálogos difíceis não é uma tarefa fácil (gostaram do trocadilho? hehehe). Porém, ao sair de qualquer conversa que seja, e ter a sensação de que você não disse o que queria, é uma coisa horrível e improdutiva.

Tudo pode ser falado, desde que você saiba como. Pare e pense um pouco nas conversas complicadas que você já teve na vida (e estava no lado do ouvinte). Não é muito pior aquela pessoa que não diz a verdade e fica enrolando? Todos nós gostamos de ser tratados com respeito e autenticidade, por isso, se após você escutar alguém, fazer indagações, sentir que ainda precisa dizer algo duro para alguém, diga! Claro, de forma educada e respeitosa, mas diga!

4) Certifique-se que foi entendido e registre a conversa

Ótimo! Com essas dicas vamos conseguir ter uma comunicação autêntica e eficaz, você vai ver…experimente! Porém, não adianta nada a conversa ter sido ótima, tudo ter sido alinhado, se depois de 1 semana, nada do que foi falado tiver sido colocado em prática.

A primeira coisa, no momento do diálogo, é ir se certificando que o que você está falando para o outro está claro. Lembre-se, nós somos muito diferentes, com opiniões e crenças distintas. Uma coisa que pode ser evidente para você, não necessariamente terá o mesmo efeito no outro.

4 dicas para ter uma comunicação autêntica e eficaz. Click to Tweet

Teste a pessoa com quem você está falando. Pergunte: “O que você entendeu até aqui do que combinamos?”. Faça com que a pessoa interaja com você e certifique-se que foi entendido.

Depois disso, o último passo é registrar. E entendam, não é questão de duvidar dos outros, mas principalmente no mundo corporativo, precisamos oficializar as coisas.

Se você teve uma conversa com alguém, e ao final dela, ficou alinhado que um colaborador deveria entregar um relatório amanhã, mande um e-mail nessa linha: “Como alinhado em nossa conversa, por favor, providenciar o relatório de gastos até amanhã (XX/XX), às 17h. Qualquer eventual problema, me comunicar com antecedência”. Perfeito! Tudo certo. Tenham a certeza, a chance deste relatório ser entregue no prazo é muito grande.


Para complementar essas dicas, veja esse vídeo muito bom sobre comunicação não violenta. Uma ferramente poderosa para te ajudar a se comunicar melhor.

Espero que as dicas tenham sido útil. Apesar de simples, elas fazem uma grande diferença em uma comunicação autêntica e eficaz. Experimente e conte pra gente se ajudou você.